quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Happy New Year 2015

Cadeau pour vous

Happy new year

NOUVELLE ANNÉE

Bonne Anné 2015

NOUVELLE ANNÉE

Happy new year
Desejo a todos um excelente Ano de 2015 simplesmente maravilhoso, para todos vocês... Que Deus, Jesus e Maria Santíssima nos abençoem, protejam, iluminem e guardem todos nós...Bjs!!

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Desejo a todos um “Excelente Ano Novo de 2015 para todos vocês”...










Bonne Anné

Happy new year
Desejo a todos um “Excelente Ano Novo de 2015 para todos vocês”... Eu não sei se a vida é reciclada. Não, talvez não. Embora depois de algum tempo de reflexão decidíssemos mudar o rumo de nossas vidas, nós sempre será o mesmo no final. Mudou, mas nós. Com todas as cicatrizes que nunca se esqueça de que temos sido. 
Sabemos que não é possível para pegar os pedaços do que nós experimentamos e reconstruir uma nova vida. Colchas de mosaico são muito bonitos, mas eles permanecem colchas. Podemos costurar o tecido, ele pode pegar o papel ou vidro, mas não colam juntos vive, não cola juntos os momentos que existiam, as coisas que ficaram para trás. 
Mais uma vez? Oh sim! É possível novamente, mesmo (espero!). Se não são os mesmos. Aprendemos com o custo de dor, mas aprendemos. Não vamos cometer os mesmos erros duas vezes, não vamos beber da mesma água. 
Durante anos vivemos como se não tivéssemos alternativas. Nós dizemos que é a vida, é o nosso destino. Mas, o destino, nós construí-lo. Nossas prioridades que escolhemos e aprendemos a viver com ele. Não foi até muito tempo depois que questionar o fundamento da nossa escolha. 
Há aqueles que pensam que é tarde demais para mudar e eles continuam na mesma linha, mesmo se eles estão conscientes de que este não é, talvez, o caminho certo. Homens e mulheres se matam toda a vida para ganhar dinheiro e acaba muitas vezes sozinho com prata e rico, pobre e vazio de amor. 
E há aqueles que descobrem que ainda há tempo para fazer alguma coisa. Eles podem redefinir suas prioridades e levá-los em. Isso vai doer, mas vale a pena, porque no final eles têm uma consciência clara de que eles tentaram. 
Um dos piores sentimentos que você pode sentir que não é saber recuperar um momento em que teria ou queria que fosse diferente é ter arrependimentos. Minha autoestima, hoje não teria feito isso ou aquilo, mas o que eu era ontem não sabia o que eu sei hoje. Se nós soubéssemos, nós teríamos feito menos erros. 
Mas temos um Deus tão bom e tão grande que Ele ainda nos oferece a oportunidade de fazer novas escolhas todos os dias. 
E agora? Agora nós sabemos. Nós não vamos tomar atalhos; eles podem ser atraentes, mas eles nos impedem de ver toda a beleza do caminho. 
O caminho da vida é belo, mesmo que seja mais difícil para alguns. Mas é muito bonito se tomarmos o máximo do que é bom. Noites muito escuro pode fazer-nos ver mais claramente as estrelas. Nós não podemos ver o nascer do sol se levantar cedo. Coisas simples que você aprende com a natureza. 

Reciclagem vida. Talvez sim. Somos, em última análise, um belo mosaico da vida. Mas nós somos tudo tão novo para decorar um coração, talvez ainda mais corações e muitas vidas, começando com a nossa... Pense Nisso.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Na história do nascimento de Jesus...

Natividade
Na história do nascimento de Jesus, o evangelista Lucas registra alguns dados para ajudar a compreender melhor o significado do evento. Ele lembra lugar, o censo ordenado por César Augusto, que obriga Joseph, "da casa e família de Davi", e Maria, sua esposa, para ir "para a cidade de Davi, chamada Belém." (Lc 2, 4). Ao informar-nos sobre as condições em que a viagem tem lugar e no parto, o evangelista descreve uma situação de privação e da pobreza, sugerindo algumas características fundamentais do reino messiânico: um reino sem honras ou poderes terrestres, que pertence Aquele que, em sua vida pública, disse de si mesmo: "o Filho do Homem, ele não tem onde reclinar a cabeça" (Lc 9, 58).
Ela se deitou em uma manjedoura Aquele que é a esperança da humanidade...
O relato de Lucas menciona alguns detalhes, aparentemente sem importância, com a intenção de incentivar o leitor uma melhor compreensão do mistério da Natividade e os sentimentos de quem gera o Filho de Deus. A descrição do caso de parto, narrado de uma forma simples, apresenta Maria como intensamente participar do que ocorre na mesma:
"Ela deu à luz seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura..." (Lc 2, 7).
A ação da Virgem é o resultado de sua total disponibilidade para cooperar com o plano de Deus, ela já havia se manifestado no momento da Anunciação, em seu “Faça-se em mim segundo a tua palavra”! “(Lc 1, 38)”. Maria viveu a experiência de parto em uma condição de extrema pobreza: ela não pode mesmo dar o filho de Deus que as mães costumam oferecer um recém-nascido; mas deve cair o "numa manjedoura", um berço improvisado que contrasta com a dignidade do "Filho do Altíssimo...”
O Evangelho diz que "eles não tinham lugar na hospedaria" (Lucas 2: 7). Esta é uma afirmação que, lembrando o texto do prólogo de João "os seus não o receberam" (1, 11), prenuncia uma forma que as muitas recusas Jesus vai enfrentar em sua vida terrena. O termo "não tinha espaço" combina neste recusa do Filho e da Mãe e mostra que Mary já está associada a sofrer o destino de seu Filho e participa de sua missão redentora.
Não havia espaço suficiente na pousada, mas os pastores têm recebido.
Rejeitado por "sua própria", Jesus é recebido por pastores, homens e vergonhoso grosseiros, mas escolhido por Deus para serem os primeiros a receber a boa notícia do nascimento do Salvador. A mensagem que os endereços do anjo, é um convite à alegria: "Vos que eu anuncio uma grande alegria, que o será para todo o povo" (Lc 2, 10), seguido de encorajamento para superar todo o medo: "não temas." Na verdade, como Maria na Anunciação, também para eles, a notícia do nascimento de Jesus é o grande sinal de benevolência divina para com os homens.
No divino Redentor, contemplado na pobreza do presépio de Belém, podemos compreender o convite para se aproximar com confiança Aquele que é a esperança da humanidade. O canto dos anjos: "Glória a Deus no mais alto dos céus e paz na terra aos homens a sua vontade permanece", que também pode ser traduzido como "homens benevolentes" (Lc 2, 14) revelam aos pastores o que Maria expressa em seu Magnificat: o nascimento de Jesus é o sinal do amor misericordioso de Deus, que é especialmente evidente para os humildes e os pobres. Amém!!!

domingo, 21 de dezembro de 2014

Faltam três dias para a chegada do Menino Jesus...









Gloire à Dieu au plus haut des cieux

Angels of music

Ange de Noël

Angel and Christmas tree
Faltam três dias para a chegada do Menino Jesus... Dia 25 de dezembro é o aniversário de Jesus, um pequeno menino que nasceu para trazer muita luz. Desde que chegou a terra os homens já o perseguiam, mas três reis magos o encontraram após seguir a estrela guia. Com mirra, ouro e incenso o presentearam, pois já sabiam que o filho de Deus foi mandado para salvar os homens que pecaram. Nesta data tão importante eu peço ao menino Jesus que traga suas bênçãos sobre nós e ilumine nossos caminhos com a sua luz. Uma noite natalina tem um grande significado para todos os indivíduos, que se preparam o Ano inteiro, para chegada do nosso maior Primogênito e legitimo herdeiro do Universo. São tantas emoções, que se encontram e os votos de felicidades são mútuos. O milagre natalino está no desejo de cada um de ser feliz. Milagres existem sim, principalmente com tamanha benção de Deus, muitas alegrias, conquistas e anseios podem ser realizadas, pois o Natal está chegando! Pense em seus desejos e acredite em todos eles, pois estão prestes a se concretizarem na noite especial que nasci o “Menino Jesus”. “Que seu Natal seja um verdadeiro milagre de alegrias ao lado das pessoas que amam.” "Desejo que todos vocês, nesta noite de Natal a luz do Menino Jesus ilumine seus caminhos para que jamais se sinta sozinho ou perdido nesta maravilhosa jornada que chamamos de vida." Maior é Deus... Quantas vezes nós pensamos que o melhor é o que queremos... Só que Deus enxerga à frente e nos prepara o caminho. Não sabemos como orar direito, tão pouco pedir... Mas o Espírito de Deus, Ele ora em nós, sabendo agir... As demoras e os fracassos em Deus podem ser vitórias... Olha os lírios, veja as aves como canta ao Senhor. Quando cantam em tom menor enxergam que o maior é Deus... E voam livres, sempre livres, com os dons que Deus lhes deu... Louve pela dor, enxergue o zelo de Jesus... Erga essa cabeça, sua paixão é pela cruz... Suba a montanha, igual ao Mestre contemple... Abra os seus ouvidos e prostre-se com o coração... Com o coração cheio de amor por si e pelo próximo. Esses são os meus votos sinceros para todos meus: Marido, filho, nora, familiares e amigos e não posso esquecer-me dos meus amores irracionais, que amo de paixão: Olívia, Belinha e todos que encontro pelas ruas... Um grande beijo para todos...

domingo, 30 de novembro de 2014

Começando os primeiros momentos de "Natal"

Christmas Tree
Que Deus, em sua infinita bondade, encha de paz nossos corações na noite de Natal e todos os dias do novo ano que vai nascer. O Natal não é a luz lá fora ou enfeites natalinos, mas a Luz que brilha em seu coração. Lembre-se que mais importante que o Papai Noel é o nascimento do menino Jesus.

sábado, 1 de novembro de 2014

Reflexões para pensar e refletir...

Haverá maiores tormentos que aqueles causados pela inveja e o ciume? Para o invejoso e o ciumento não há repouso; estão perpetuamente em febre; o que eles não têm e o que os outros possuem lhes causam insônia; os sucessos dos seus rivais lhe dão vertigem... Nossa  inveja dura sempre mais que a felicidade daqueles que invejamos... O coração tranquilo é a vida da carne; a inveja, porém, é a podridão dos ossos... (Provérbio, 14:30)

Vamos pensar...

Muitas vezes, esquecemos-nos de que a fonte para suprir as nossas necessidades está em nós, não nos outros. Cada criatura possui em si um continente de potenciais por descobrir. Feliz daquele que age como um desbravador da própria alma. Todo ser vivo tem suas peculiaridades; aceitá-las é prova de sabedoria. Nós somos absolutamente sós no mundo. Construímos e prosseguimos de modo contínuo, elaborando a cada nova encarnação um capítulo do livro de nossa existência. Só temos como referência as próprias experiências, ou seja, o acúmulo de nossos conhecimentos do presente e do pretérito. Na verdade, nós não podemos copiar do outro uma forma certa de viver, porque somente temos a nós como bússola. Tudo o que fazemos, falamos e pensamos está revestido de nossas interpretações, clareada sob o ponto de vista das vivências pessoais. Cada vida é única e extraordinariamente incomparável...

Reflexões para ser pensado...

Um dos defeitos da Humanidade é ver o mal de outrem antes de ver o que está em nós. Para se julgar a si mesmo, seria preciso poder se olhar num espelho, transportar-se, de alguma sorte, para fora de si e se considerar como uma outra pessoa, em se perguntando: Que pensaria eu se visse alguém fazendo o que faço? Deploramos com facilidade os defeitos alheios, mas raramente nos servimos deles para corrigir os nosso...Hipócrita!! tira primeiro a trave do teu olho; e então verás bem para tirar o argueiro do olho do teu irmão (Mateus, 7:5.)

Happy Halloween...

Happy Halloween

Halloween witch

Happy Halloween

Happy Halloween

Happy Halloween

Happy Halloween

Happy Halloween

Happy Halloween

Happy Halloween

Halloween witch

Jack-o'-lantern
Jack é provavelmente o personagem mais popular associada com o Halloween. Ele vem de um velho conto irlandês e foi um ferreiro irlandês, ganancioso, bêbado, desagradável e egocêntrica:
Uma noite, enquanto ele estava em uma taverna, Jack sacode o diabo. Este último, como de costume, tenta convencer Jack a deixar a sua alma em troca de favores diabólicos. Sobre a sucumbir, Jack pede ao Diabo para lhe oferecer uma bebida antes de ele aceitou o pacto. O diabo se transforma em um pence para pagar ao senhorio. Agilmente, Jack pega o quarto e desliza em sua bolsa. No entanto, ele contém uma cruz de prata, o diabo não pode mais voltar para mais uma vez, está preso na forma desta pequena sala. Jack então obtida a partir do mal que ele não veio para reivindicar sua alma antes de decorridos os 10 anos eo diabo aceita. Dez anos mais tarde, Jack se encontra com o diabo em uma estrada rural: ela exige a sua devida. Jack reflexivo em plena velocidade, em seguida, disse: "Eu irei, mas primeiro você pudesse escolher uma maçã da árvore para mim? ". O diabo salta sobre os ombros de Jack e se agarra aos galhos da macieira. Jack pega sua faca e esculpida uma cruz no tronco da árvore. Preso novamente. O ferrador em seguida, recebe promessa astuto diabo de satanás que ele nunca iria levar sua alma... Nenhuma outra solução, eo diabo aceita Jack limpa a cruz vermelha do tronco. 
Quando Jack morreu, entrada para o céu é negado por causa de sua vida bêbado, e o diabo também se recusa a deixá-lo para o inferno. No entanto, Jack convenceu o diabo para dar-lhe um pedaço de carvão em brasa para iluminar seu caminho no escuro. Ele coloca o carvão em um nabo oco, como uma lanterna e está condenado a vagar sem rumo até o Juízo Final. Foi então nomeado Jack da Lanterna (Jack o lanterna, em Inglês), ou Jack-o'-lantern. Ele reaparece a cada ano, o dia da sua morte no Dia das Bruxas. 

O termo "Jack da Lanterna", que apareceu em 1750, originalmente se referia a um vigia noturno ou alguém carregando uma lanterna. A tradição irlandesa de cavar nabos durante a noite de Halloween (em memória das almas perdidas, como Jack) foi rapidamente substituído quando o êxodo em massa de irlandeses para a América em 1845-1850 (Batata Fome Irlandesa) pelas abóboras escavação eles encontraram no local. Esta tradição, em vez rústico, não se espalhou por todo os Estados Unidos desde o início do século XX. Pumpkins são usados para uma variedade particular da cabaça de laranja, que rapidamente se tornou o principal símbolo da festa de Halloween com sua forma regular, lembrando um rosto e da facilidade com que eles podem crescer.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Deus, meu tudo!!!

Hoje faz 10 anos da morte de André... Meu filho jamais te esquecerei...


Hoje 31/10/2014 faz 10 anos que meu filho André Luís Assis Melro, nos deixou e foi para junto do seu verdadeiro Pai no Céu... Perder um ente querido é uma das situações mais difíceis da vida, e quando se trata de um filho se torna ainda mais difícil de superar. Dizem que os filhos nunca deveriam morrer antes dos pais, pois a dor de perder um filho e inimaginável. Quando vejo sua fotografia me sinto vazia, as lágrimas molham o meu rosto. Só consigo aceitar que você partiu, por que seu verdadeiro Pai é Deus... Seria melhor que eu, fosse antes de você... Sei que estas junto de Deus. Não era assim que era pra ser. Mas seja a vontade de Dele e não minha. E sabe o nome da dor em vê seu quarto vazio e olho dos lados e não te encontro em lugar nenhum? Sinto: Saudade! Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as tristezas e as lágrimas diante de uma música, sala de guitarra, uma comida, bebida preferida (coca-cola), viagens e todos os seus sonhos ficaram para trás... De ser um Cardiologista, para ajudar os menos favorecidos... Não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche. A dor é imensa, a saudade infinita, perder uma pessoa assim tão jovem e tão amada, tão presente… Meu filho se foi, deixando nossos corações mais vazios, mais tristes. Não existe palavra para expressar sentimento assim. Isso nem parece real, apenas um marasmos daqueles que você tenta acordar, mas não consegue… Todos pensam que com o tempo a dor vai amenizando... É tudo mentira... O André, esta bem vivo dentro de mim... Cada ar que respiro e ele que me alimenta e me deixa viva para continuar...